Conversa Aberta do Comité Olímpico Cabo-verdiano reúne cerca de 80 agentes do desporto na cidade da Praia

A conversa aberta do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) sob o lema “Competir no Feminino” reuniu, esta quinta-feira, cerca de 80 agentes desportivos, na cidade da Praia, entre dirigentes, treinadores, alunos de educação física de várias universidades, em torno da inclusão desportiva da mulher em Cabo Verde.

Tendo como oradoras três mulheres exemplos da integração no desporto nacional e internacional, Assunção Fernandes, treinadora de andebol, Silvéria Nédio (Nita) treinadora de futebol e ginástica rítmica, e Maria Costa (Betty), ex-atleta de andebol, basquetebol, futebol, ténis e voleibol, a conversa aconteceu num ambiente democrático com perguntas abertas a todos.

Na ocasião a presidente da Comissão de Mulher e Desporto do COC, não deixou de realçar o objectivo do evento, que era de estimular, sensibilizar e trazer a baila questões relacionados com os desafios das mulheres, na participação em competições desportivas no país.

Asunção Fernandes, Silvéria Nédio e Maria Costa foram o centro das atenções depois de expor aos participantes as suas experiências de conjugar o “ser mulher” e o desporto em épocas díficeis.

Para Nita, melhor treinadora de futebol sub 17 de Cabo Verde, esta época, apesar de tudo o amor pelo desporto falou mais alto e por isso diz que, valeu a pena seguir este caminho, que ajuda não só no desenvolvimento físico como na educação social.

O evento “Conversa Aberta – Competir no Feminino”, acontece dentro do plano de atividades do Comité Olímpico Cabo-verdiano e enquadra-de nas comemorações do dia Nacional do Desporto, bem como nas comemorações dos 40 anos da Independencia Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *