Skip to content

ACADEMIA OLÍMPICA CABO-VERDIANA

A Academia Olímpica Cabo-verdiana, é uma entidade integrada no Comité Olímpico Cabo-verdiano, dotada da sua própria estrutura orgânica e da sua autonomia na prossecução das atividades que lhe estão reservadas.
Ela foi criada em a 17 de Julho de 1989, no mesmo dia da criação do Comité Olímpico Cabo-verdiano, conforme os estatutos e elegeu os seus novos dirigentes em junho do ano de 2018.
O seu primeiro Presidente foi Emanuel Charles de Oliveira, seguido de Maria Eduarda Vasconcelos e atualmente Orlando Mascarenhas.
São membros ainda da Academia Olímpica Cabo-verdiana, Maria Eduarda Vasconcelos, Glenda Araújo, Mitza Sousa, Sabino Correia e Fernando Pinto.
Constituem objetivos da Academia Olímpica Cabo-verdiana:
1 – Estudar e investigar as manifestações olímpicas, quer na Antiguidade quer na Era Moderna, as suas causas e os seus efeitos, nos campos educativo, filosófico, desportivo, social e político;
2 – Promover e incentivar estudos e ações práticas de sensibilização, formação e divulgação dos ideais olímpicos, sobretudo entre os jovens;
3 – Estabelecer uma maior ligação entre o Movimento Olímpico e as autoridades escolares, com vista à integração do estudo do Olimpismo nos programas escolares;
4 – Organizar colóquios e seminários sobre o Olimpismo e cursos para formação de quadros olímpicos;
5 – Elaborar o regulamento do concurso às sessões da Academia Olímpica Internacional, selecionar os bolseiros e propor a sua nomeação à Comissão Executiva do Comité Olímpico Cabo-verdiano.
ATIVIDADES REALIZADAS
A Academia Olímpica Cabo-verdiana  tem participado nas sessões internacionais da Academia Olímpica Internacional, em Atenas, nas sessões para presidentes e/ou diretores, nas sessões anuais da Academia Olímpica de Portugal e nas sessões da Associação Pan-ibérica das Academias Olímpicas.
Por ocasião dos Jogos Africanos de Praia realizados na ilha do Sal, com a presença de todos os países africanos, foi possível contactar as Academias Olímpicas Africanas, que estiveram presentes nessa jornada.
A Academia Olímpica Cabo-verdiana  realizou dois Fóruns, um na ilha de São Vicente e outro na ilha de Santiago – Praia, tendo sido desenvolvido nesses fóruns o Olimpismo, com a presença de estudantes, professores, membros dos Clubes Olímpicos, para além do lançamento do livro Movimento Olímpico em Cabo Verde – 30 anos de História.
A Academia Olímpica Cabo-verdiana  também enviou jovens para participarem nas sessões de jovens na Academia Olímpica Internacional, na Grécia.
Programa de Educação aos Valores Olímpicos – Projeto OVEP
Trata-se de um programa membro de educação olímpica, com intervenção no espaço escolar e nas comunidades, e que tem sido movimentado anualmente pela  Academia Olímpica Cabo-verdiana , com a participação de muitas crianças, professores e membros dos Clubes Olímpicos.
Programas e projetos sobre o Olimpismo e a Educação Olímpica, as questões do género na educação olímpica e os valores do desporto paralímpico.
Foi possível ainda, no âmbito da pandemia do Covid-19, que tem assolado todos os países e também Cabo Verde, realizar pela  Academia Olímpica Cabo-verdiana um projeto virtual, a Conferência entre Mulheres, durante os meses de agosto e setembro, com a participação e sensibilização de várias entidades femininas ligadas ao desporto, com a abordagem de temas diversos, que evidenciaram o papel da mulher no desporto.          
Cidade da Praia, 15 de novembro de 2020.

A DIREÇÃO DA A.O.C.

Presidente

PRESIDENTE
Por delegação do seu respetivo Comité Olímpico, e com o seu apoio, as Academias Olímpicas Nacionais cumprem a missão fundamental que é de responsabilidade dos Comités Olímpicos Nacionais e que é estabelecida na Carta Olímpica na regra 31.2.1 como segue: “Dar a conhecer os princípios fundamentais do Olimpismo a nível nacional, no âmbito do sistema de atividades desportivas, e também contribuir, entre outras coisas, para a divulgação do Olimpismo nos programas de ensino da Educação Física e do Desporto em escolas e universidades”.
São também a Academia Olímpica Internacional e as Academias Olímpicas Nacionais, as únicas organizações dedicadas à pedagogia e educação olímpica, oficialmente incluídas na Carta Olímpica.

1989

FUNCAÇÃO DA AOC

6

Nº de MEMBROS DA AOC

PARCEIROS

X